VÍDEOS - RODANDO O MUNDO

Loading...

sábado, 30 de março de 2013

BUENOS AIRES - ARGENTINA

Enquanto esperávamos o embarque em Colonia Del Sacramento, a Dinira fez a reserva no hotel Impala em Buenos Aires através do Hoteis.com.
Não foi muita surpresa quando chegamos já quase uma hora da manhã no hotel em Buenos Aires e a reserva não existia.
O banguela do recepcionista, depois de algum atropelo conseguiu um cativeiro para nós, que no final se mostrou pequeno, mas resolveu nosso problema.
A pegadinha Argentina começou ai.....depois vieram os "extras"...internet 10 dólares por dia no quarto (na recepção é grátis), estacionamento 24 dólares, e no dia seguinte já acordamos com um bilhetinho debaixo da porta.
Desci até a recepção e fui informado que minha reserva era para duas pessoas e estávamos em 3 no quarto.
Exibi de novo nossa reserva onde constavam dois adultos e uma criança e mesmo assim o infeliz continuava a repetir que a reserva era para duas pessoas.
Aí tive que colocar toda minha simpatia pela criatura em exibição e além do mau humor ainda tinha o bafo de quem acabou de acordar.......resultado....ele me deixou em paz.

Uma caminhada até Puerto Madero



para encontrar os 2 milhões de brasileiros que tem passeando por lá e fomos almoçar na Calle Florida uma bela parrillada turística.

Depois foi só queimar toda a caloria do almoço carregando a Luiza que se recusava a andar mais.

Uma dormidinha no final da tarde e fomos jantar na Ricoleta
onde comemos uma pizza medonha
 e o crepe de doce de  leite que a Dinira e a Luizs não dispensam,
 e fomos cobrados pelo "aluguel dos pratos e taças".

Realmente é sofrível o que fazem com os turistas aqui.

No Uruguai o turista tem desconto de 22% em todos os restaurantes quando paga com cartão de crédito, pois o governo não cobra o IVA (similar os nosso icms), além disso chega a pagar 500 dólares de combustível para o turista que vier com seu próprio carro(acabei descobrindo isso tarde demais, mas de qualquer maneira abasteci somente um pouquinho para não ficar na mão) já que o diesel por lá chega a custar R$ 5,05.
Lá eles tentam fazer você ficar no país o maior tempo possível e aqui eles parecem que querem espantar você.
Realmente o papa pode ser argentino, mas deus é brasileiro!!!!!
Daqui em diante serão longos dias de pura estrada.


sexta-feira, 29 de março de 2013

COLONIA DEL SACRAMENTO - URUGUAI

Colonia del Sacramento
 é o ponto de partida das balsas que fazem a travessia para Buenos Aires e onde se faz oficialmente a travessias entre os dois países.

Mais um pouco de  wikipédia:

Alguns anos após o Descobrimento do Brasil, uma expedição comandada por Martim Afonso de Sousa chegou com suas caravelas até ao estuário do Rio da Prata, com a missão de colocar marcos de posse portuguesa na margem esquerda da foz daquele rio, tendo, entretanto, sido incapaz de completá-la em razão do naufrágio de sua embarcação.

Fomos direto para o porto para ver qual seria o preço final da travessia e quase não acreditei quando o preço final informado não chegava a 200 dólares.

Resolvido o problema da passagem e mais relaxados, fomos procurar um lugar para comer.
Chegamos a um restaurante bem simples no final da praia com vários carros parados na porta, o que nos fez deduzir que teriam bom preço e boa comida.
A comida era meia boca e o preço bem mais alto do que valia aquilo tudo, mas o que realmente chamou a atenção no local foi a sujeira e a quantidade de moscas

que quase fez a Dinira desistir, mas como o prato já estava na mesa, resolvemos ficar........



Não recomendo mesmo !!!!!
Depois do almoço paramos na praia para um descanso embaixo de algumas árvores, já que vimos que muitos carros estavam parados por lá, com muta gente fazendo seu lanchinho e muitas crianças brincando.
Enquanto a Dinira dava uma dormidinha no carro, fiquei com a Luiza em uma academia pública na praia.








Impressiona a limpeza do local, mesmo não havendo uma única lixeira na redondeza.
Toda a orla estava tomada de famílias que juntas curtiam um final de tarde maravilhoso.
Não conseguimos pegar o por do sol até o finalzinho, pois tínhamos que embarcar o carro, mas deu para ter uma idéia de como ia ser.




A saída das 20:00h teria um preço especial, que topei na hora.....na verdade não descobri qual seria o preço correto, mas acho que não chega nunca aos 1000 dólares informados no site da empresa.
No terminal que reune ônibus e as grandes balsas, já está também a imigração dois dois países e no momento do embarque já é feito simultaneamente a saida do Uruguai e a entrada na Argentina.
Com pelo menos uma hora de antecedência, deve-se deixar o veículo que fará a travessia no pátio e dirigir-se ao check-in (como de um embarque de avião) onde é emitido o ticket de viagem.
Durante o embarque, somente o motorista retorna ao veículo fazendo o embarque do mesmo e o resto dos ocupantes embarcam por outra entrada destinada somente aos passageiros.


Já dentro da balsa e devidamente estacionado não é permitido permanecer dentro do veículo, sendo obrigado a todos subir para o nível dos passageiros.

Na área dos passageiros há um free shop, algumas máquinas de fliperama e uma lanchonete com lanches prontos e refrigerantes. O preço das coisas dentro da balsa são exorbitantes (EX.: R$ 11,00 um café grande), então o ideal é que você se prepare para a travessia de 3 horas com alguma coisa para comer na mala de mão.

A chegada em Buenos Aires é muito bonita, e o desembarque é feito no final (ou começo) do Puerto Madero, um dos maiores pontos turísticos de Buenos Aires.

Na própria plataforma de desembarque já há um área da aduana que fez a liberação do veículo rapidamente e nos liberou já bem depois da meia noite para entrar na Argentina.

quinta-feira, 28 de março de 2013

MONTEVIDEO - URUGUAI

Capital do Uruguai, Montevideo possui cerca de 2 milhões de habitantes e foi em 2007 eleita a melhor qualidade de vida da América Latina, e está hoje entre as 30  cidades mais seguras do mundo.
Quanto a qualidade de vida, não temos como medir, mas aparentemente as pessoas são muito felizes por aqui, mas quanto a segurança a sensação é plena e total de que você não corre nenhum risco.



As pessoas estão nas ruas dia e noite, caminhando em ruas desertas, como pudemos ver, sem nenhum medo.
Quanto ao nome, recorri a wikipédia:


Há pelo menos duas versões a respeito da origem do nome. A primeira se baseia no diário de navegação da expedição de Fernão de Magalhães (em espanholFernando de Magallanes), datado de janeiro de 1520. Esse documento registra a existência de um monte que se assemelhava a um chapéu, localizado à direita de quem navega de leste para oeste. A esse monte foi dado o nome de "Monte vi eu". Assinado por Francisco de Albo, contramestre da expedição, é o mais antigo documento em espanhol que menciona um nome similar a "Montevideo".
A outra versão, apesar de não ser baseada em documentos históricos, é a mais difundida. Dá conta de que, navegando pelo Rio da Prata de leste a oeste (do Oceano Atlântico para o continente), avistou-se o sexto monte na região em que se situa a capital uruguaia, registrado como "Monte VI de Este a Oeste", ou abreviadamente: "Monte VI-D-E-O".



Ficamos somente um dia na cidade e resolvemos conhecer, além do centro velho, a praia de Pocitos que é o bairro da moda, onde estão localizados oa melhores bares e restaurantes da cidade.





O nome do bairro está relacionado com os poços que as lavadeiras faziam na praia para lavar roupas, já que a cidade é banhada pelo Rio da Prata.





No verão as várias pequenas praias do bairro ficam lotadas de Uruguaios e turistas, fazendo com que a especulação imobiliária chegasse com muita força por aqui.

Ainda traumatizados pelos preços de Punta, resolvemos parar na praia em um restaurante especializado em frutos do mar, e fomos agraciados com uma paella maravilhosa para duas pessoas a um custo de R$ 40,00.


Durante a noite pesquisei o transporte para a Argentina, que é feito em pequenos navios entre a cidade de Colonia del Sacramento e Buenos Aires e cheguei a um custo de US$ 1000,00, e não preciso dizer que isso acabou com minha noite.......
Amanhã seguimos para Colonia para ver o que podemos fazer para atravessar ou dar a volta por Tres Rios, o que aumentaria o percurso em 850 Km....

PUNTA DEL ESTE - URUGUAI


No café da manhã, ainda em Chui, havia em cada uma das mesas um folder das atrações próximas a cidade, entre elas a Fortaleza de Santa Teresa.
20 Km depois, pela rota 9, já no Uruguai, vimos a placa na estrada e resolvemos parar.
Um forte muito grande e perfeitamente restaurado e conservado apontava na pequena montanha no final da estradinha.













Por US$ 1,08 para cada adulto pudemos conhecer um pouco da história e da restauração do lugar.
Foi impossível não comparar com o forte que visitamos em Florianópolis, onde nos cobraram US$ 4,00, mas que não chegava aos pés desse. Não falo aqui em tamanho ou importância, mas sim de acessibilidade, conservação, informações, artefatos expostos,etc.....




A fortaleza  de 1762 tem um total de 642 metros de muralhas duplas com acabamento de granito que foram restauradas em 1928 e mantida perfeitamente conservadas pelo exército uruguaio
.
Grandes rampas foram projetadas para que os canhões fossem modificados de local rapidamente em caso de ataque.
Devido a importância histórica da fortaleza o governo uruguaio criou ao seu redor o Parque Nacional de Santa Teresa, que se estende por 3.000 hectares com mais de dois milhões de árvores, exóticas e nativas, 60 km de estradas internas asfaltadas, 15 km de praias com muita vegetação, museus e animais que andam soltos, entre outros atrativos.
São muitas e seguras as áreas para se acampar no parque, com mini mercado, banheiros com água quente e até área para lavar roupa, mas se você não é muito aventureiro, existe a opção de alugar uma das casas na praia de Achiras, mas a reserva deve ser feita com pelo menos 3 meses de antecedência.
As crianças são o alvo principal na área dos brinquedos, onde a Dinira tomou um super tombo com a Luiza na gangorra 

 e os vários lagos com suas passarelas,









 mas o ponto negativo está no mini zoo coma exposição de alguns animais presos.







Existem várias casas na Praia Grande que tem uma vista maravilhosa do mar, mas essas são somente para os militares uruguaios, sem acesso aos pobres mortais.




quanto a Punta:


 Maravilhosa !!!!!

Só assim para descrever essa cidade....



Punta na verdade é uma penísula onde o Oceano Atlântico encontra a Rio de La Plata é o destino de todo milionário do Uruguai e Argentina e é também muito procurado pelos brasileiros que buscam uma noite agitada.
As praias são realmente bonitas, mas Punta reserva a noite como o grande atrativo, com uma vida noturna bastante concorrida.

Playa Brava -Praia onde fica a escultura e onde ficamos hospedados.
Playa Mansa
Playa Montoya
Playa Bikini
Playa de los Ingleses


Claro que isso tudo entre dezembro e fevereiro, na alta temporada.
Nossa chegada não coincidiu com a alta temporada, mas mesmo assim a cidade está bastante movimentada e tirar uma foto no cartão postal da cidade, La Mano, a escultura dos dedos, foi uma tarefa difícil.
A escultura do artista chileno Mário Irrazabal representa o homem na natureza, o homem surgindo à vida.
Há ainda outras esculturas similares do mesmo artista, inclusive uma ono deserto do atacama, onde estive em 2011 e visitaremos ainda nessa viagem.

Fazer compras por aqui é tudo que a mulherada quer, pois há lojas de todas as grifes famosas que se possa imaginar, mas os preços....
Por aqui se paga cerca de R$ 6,00 por um café expresso ou R$ 10,00 um refrigerante....portanto, ficar muito tempo por aqui vai fazer um rombo em nossas finanças.
Ontem a noite, depois de nos alojarmos resolvemos sair para comer e o prato escolhido foi pizza.

Trauma !!!! foi o que restou do jantar.......dê uma olhada na página PIZZA PELO MUNDO.
Depois da pizza, Luiza e Dinira resolveram dançar pela rua.....

VÍDEO-LUIZA E DINIRA DANÇANDO EM PUNTA

A noite fomos visitar o CONRAD, o maior e mais conhecido cassino de Punta, mas fiquei decepcionado....talvez por conhecer Las Vegas, achei o CONRAD sem nenhum glamour, nada de especial.



Demos uma bela caminhada pela praia brava e não só a paisagem é bonita, a arquitetura dos prédios é  outro atrativo, isso sem falar na limpeza das ruas e na sensação de segurança.
Quanto a limpeza, em todo tempo que ficamos aqui não consegui ver nenhum papelzinho no chão e quanto a segurança, o que ouvimos por aqui é que assaltos a turistas é uma coisa meio desconhecida por aqui.

Muito bom mesmo.  Lugar mais do que recomendado!!!!